‘Não há estação certa para chorar’ dizem os jornais.

Orvalhos fora de época
alojam-se em minhas janelas
nessas tardes de Agosto.

Escorregam-se lentamente pelo vidro
até o peitoril
quando não são mera gota aglutinada,
estática,
aguardando outra baga vir
para
levá-las até a base.

Os dias seguirão assim até o fim do ano.

Dias de suor nos vidros,
gotas em minhas roupas e sapatos,
gotas nas árvores e nos automóveis,
e se os jornais estão certos quanto as frutas de estação;
baga nos Barus
[deixando-os mais vivos e marrons.
e por fim
gotas em meus olhos.

– Thaysminy Marques Coelho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s